Você provavelmente já ouviu falar sobre o whey protein, um suplemento alimentar muito utilizado por praticantes de exercícios físicos.

O que você provavelmente não sabe é que o consumo dessa substância pode ser muito benéfico até pelas pessoas que não se exercitam com frequência.

Entre as vantagens estão a maior facilidade para aumentar a massa magra, reduzir a gordura corporal e funcionar como uma ótima fonte de proteínas.

Continue com a gente e descubra mais!

O que é whey protein?

Whey protein é um pó recheado de proteína do soro de leite.

Ele é extraído ainda no processo de transformação do leite em queijo.

Hoje é vendido em quantidades e sabores muito variados e pode ser comercializado em potes, sachês ou em barras.

A maioria das pessoas ingere o soro do leite em várias etapas da vida, principalmente no Brasil.

Isso acontece através do consumo de vários tipos de queijo, do próprio leite mais concentrado, de requeijão, etc.

Entretanto, a proteína só é encontrada em quantidades muito grandes e relevantes para interferir na dieta através de suplementos desenvolvidos em laboratórios.

Isso considerando que a purificação feita pelas indústrias obtém um alimento de qualidade superior e mais puro.

A composição desse suplemento conta com muitos aminoácidos essenciais, oferecendo diversos benefícios à saúde.

O principal deles ainda é a construção do tecido muscular, ou o ganho de massa, fato que faz com que seja muito usado por atletas que ambicionam a hipertrofia muscular.

Mas os seus benefícios são extensos e você pode descobrir alguns deles abaixo.

O whey protein é considerado um alimento e, por esse motivo, não exige prescrição médica. Ou seja, essa é uma facilidade, permitindo que qualquer pessoa possa comprar o alimento.

Entretanto, é muito importante consultar uma nutricionista para que ela calcule a quantidade ideal de ingestão para o seu caso, certo?

Quais são as variações do whey?

O mercado brasileiro conta com 3 versões mais populares de whey protein.

Concentrado

Para obter esse tipo de Whey, não é feita a retirada das gorduras e carboidratos presentes no soro do leite, ainda na sua fabricação. Por isso ele é considerado concentrado.

Isolado

A proteína do soro do leite é isolada durante a fabricação, sendo separada a maior parte dos carboidratos e gorduras que, nesse caso, não são reaproveitados no whey.

Hidrolisado

Para a obtenção desse tipo de whey protein, o processo de fabricação é um pouco mais complexo.

No período de sua produção acontece a quebra das proteínas, facilitando a absorção do corpo quando ele é ingerido.

Afinal de contas, ele engorda ou ajuda a emagrecer?

O que muita gente sabe é que o whey é utilizado por quem procura ganhar massa muscular.

Seguindo essa linha de raciocínio, muitos acabam ficando na dúvida se seria uma boa utilizá-lo quando estão tentando emagrecer, questionando-se da eficácia do suplemento para esse tipo de situação.

Na verdade, isso depende muito de pessoa para pessoa, do metabolismo e do ritmo de atividades diárias.

Além, claro, da dosagem que você ingerir. Nesse caso, tomando uma dosagem mais reduzida, é possível se apropriar dos benefícios da alimentação sem sofrer com a possibilidade de engordar de um suplemento hiperproteico.

Nesse caso, você pode tomar esse tipo de alimentação mesmo se não é um adepto de academia, seja pela falta de tempo ou por não gostar da prática.

E quais são os benefícios do consumo de whey?

As vantagens que o whey protein oferece ao corpo são inúmeras e vão muito além da criação de massa muscular.

O whey protein é um dos suplementos mais saudáveis no mercado e oferece os seguintes benefícios:

  • É responsável por promover uma maior retenção de nitrogênio;
  • Tem uma ação antioxidante muito eficiente, retardando o envelhecimento e prevenindo o corpo dos radicais livres. Essa é uma forma de auxiliar e fortalecer o sistema imunológico;
  • Tem uma função altamente estrutural e repõe fibras musculares;
  • Tem uma rápida absorção pelo organismo, podendo ser uma fonte eficaz de proteínas;
  • Pode ser um mecanismo eficiente no controle de peso;
  • Colabora com a saúde dos ossos, fortalecendo-os;
  • Auxilia o processo de cicatrização;
  • Ajuda na regulação da glicemia, na recuperação de paciente oncológico (com câncer), quadros com problemas de nutrição e até mesmo em casos de pré e pós-cirúrgico;
  • No caso de quem ainda faz algum esporte ou atividade física, o whey pode colaborar demais nesse sentido também!

E quais os principais cuidados?

Como com tudo na vida, é preciso tomar alguns cuidados:

O whey, como se sabe, é um produto industrializado, portanto, pode possuir corantes e conservantes para que sua fórmula não sofra nenhuma alteração e comprometa sua eficácia.

Além disso, vale a pena ficar de olho na dosagem que você consume do whey.

O consumo errado pode trazer efeito negativo e até mesmo te fazer engordar — efeito contrário que você está procurando, certo?

Portanto é muito importante se informar sobre como tomar whey para conseguir atingir os objetivos com facilidade e sucesso.

Nesse caso, recomendamos o aconselhamento de um nutrólogo ou nutricionista para que eles possam te indicar como encaixar esse suplemento na sua alimentação para atingir os resultados que você tanto espera.

Como tomar?

Como o whey protein é comercializado em forma de pó, a maneira mais comum de ingestão é diluindo-o em água.

O processo é bem simples: basta encher uma garrafinha de 500ml (aquelas comercializadas na maioria dos lugares), colocar uma dose do suplemento, sacudir bastante antes de tomar e pronto.

Outra maneira de consumir é misturando-o ao leite, mas vale lembrar que, com essa opção, você estará ingerindo também gorduras e outros nutrientes.

Mas afinal, whey é um alimento ou suplemento?

Muitas pessoas ficam na dúvida sobre a classificação do whey protein — se ele é um alimento ou parte de uma linha de suplementação.

O whey protein é um suplemento alimentar, mas ainda é comercializado como alimento no Brasil, sendo de fácil acesso.

Como a sua própria classificação deixa transparecer, a suplementação tem uma ação bem menos eficaz que a alimentação e deve ser usada exatamente para suplementar, ou seja, para suprir o que falta.

Se você tem o hábito de frequentemente substituir a alimentação por suplementos, é bom tomar cuidado! Os alimentos são muito importantes e os suplementos devem ser usados de forma correta para comentar a alimentação.

Nesse caso, é importante utilizar a complementação de forma dinâmica, em períodos que o corpo precisa repor os nutrientes, como uma forma de desjejum.

Se a alimentação já contar com muitas proteínas, explorando alimentos como o frango, peixe e ovo, você não precisa fazer o uso da suplementação nessas alimentações, afinal de contas, elas já são ricas.

O mais adequado é também optar pela ingestão em períodos que você não tem o hábito de consumir proteína, como no meio da manhã ou da tarde, substituindo um lanche.

Mas mais uma vez vale lembrar: somente o seu nutricionista é quem poderá te orientar com relação aos momentos certos e à quantidade de whey que você deve consumir.

Receitas

O whey protein é uma suplementação com vários benefícios como já tratamos, além disso, há receitas bem interessantes feitas com ela.

Então não perca mais tempo e aprenda agora mesmo 3 receitas muito saborosas que levam o whey protein e que são muito nutritivas, além de terem uma baixa quantidade de calorias.

São algumas ideias para você substituir o café da manhã, a hora do jantar, como um lanche ou antes de dormir. Confira algumas delas:

Receita 1: panqueca com whey protein

Ingredientes:

  • 1 ovo e 1 clara;
  • 1 banana amassada;
  • 2 colheres de farelo de aveia;
  • 1 colher de linhaça;
  • 1 scoop de whey protein;
  • 1 colher (chá) de canela em pó (a gosto);
  • 1 ou 2 gotas de baunilha (a gosto).

Modo de preparo:

Para começar, bata o ovo, a clara, a baunilha e a canela no liquidificador.

Em seguida, continue batendo e acrescente a banana. Por último coloque o whey protein, o farelo de aveia e ainda acrescente a linhaça.

Para fazer as panquecas, coloque a frigideira em fogo baixo, se possível, procure uma que seja antiaderente.

Assim que esquentar, despeje a quantidade de massa que você pretende comer — se for mais fina, coloque menos massa e deixe espalhar bastante. Se preferir uma massa mais grossa, dobre a quantidade. Comece assando de um lado e vire para finalizar.

Depois de pronta, você pode cobrir com bananas fatiadas e mel ou ainda incrementar o sabor do recheio.

Você pode arriscar outros sabores para não enjoar, como calda de frutas vermelhas com morango e o que mais sua mente criar.

Receita 2: brigadeiro de whey

Não é porque você está focado na dieta que precisa ficar sem comer aquele brigadeiro delicioso.

É possível fazer um ótimo brigadeiro com whey protein, ideal para matar aquela vontade e não estragar a dieta!

Ingredientes:

  • Uma barra de proteína ralada sabor chocolate;
  • 60 gramas de whey protein sabor chocolate;
  • 200 gramas de batata-doce cozida.

Modo de preparo:

Cozinhe bastante a batata-doce a ponto de ficar fácil de amassar. Depois de amassada, misture-a com o whey protein esperando o momento em que a mistura fique homogênea e coloque na geladeira por 30 minutos.

Após esse processo, modele as bolinhas do jeito tradicional e rale a barra de proteína, passando nas bolinhas. Esse doce é uma delícia e vai satisfazer aquela sua vontade de atacar um belo doce!

Receita 3: bolo de chocolate  e whey

O bolo é uma ótima opção para substituir o lanche da tarde ou matar a fome em algumas situações.

E a melhor opção para fazer isso é com um alimento de poucas calorias, não é mesmo? Confira mais essa receita:

Ingredientes:

  • 2 xícaras de trigo integral;
  • 1 xícara de cacau em pó;
  • 1 xícara de açúcar mascavo;
  • 2 colheres de sopa de mel;
  • 3 ovos;
  • ½ xícara de óleo de coco;
  • 1 ½ xícara de leite desnatado;
  • 1 colher de sopa de fermento em pó;
  • ½ xícara de nozes;
  • 1 xícara de uva-passa;
  • 30g de whey protein sabor chocolate.

Modo de preparo:

Comece colocando os ingredientes — com exceção dos ovos — em uma mesma tigela. Para os ovos, você deve separá-los em uma segunda tigela, batendo as claras à parte até transformá-las em clara em neve com uma consistência.

Em seguida, misture a clara os ovos.

Unte a forma com papel-manteiga, pois essa é uma maneira mais saudável e uma maneira eficiente de evitar a gordura presente na margarina ou na manteiga.

Leve a mistura ao forno preaquecido em temperatura média por mais ou menos 40 minutos e pronto: pode degustar!

Outras recomendações importantes!

Antes de comprar qualquer produto, não se esqueça de analisar o rótulo com muito cuidado.

Além disso, não saia comprando qualquer suplemento, hein?

Um whey protein de qualidade deve ter no rótulo, pelo menos, 20 gramas de proteína para cada 30 gramas existentes de produto. Não basta tomar whey, você deve estar atento para fazer a coisa certa o tempo inteiro!

Mas afinal, vale a pena tomar whey sem frequentar a academia?

Sim. Vale a pena tomar whey sem frequentar a academia, desde que você converse com o seu médico e nutricionista antes.

Essa será uma excelente maneira de te fornecer proteína de um jeito prático e bem simples! Siga essas recomendações e veja a sua saúde e forma física melhorarem!

E claro, não se esqueça em investir em uma alimentação equilibrada, já que ela é uma parte considerável para que o processo de emagrecimento aconteça de forma saudável e permanente.

Se você tem alguma dúvida ou gostaria de acrescentar alguma consideração, não deixe de comentar e compartilhar isso conosco. Até a próxima!

Mais disposição com GreenCoffee Slim!

Comentários

Comentários