Muitas pessoas apresentam falha na pisada. Ela pode ser causada por hábitos errados ou simplesmente por alterações anatômicas, e refletir em dificuldades para caminhar ou correr, além de causar dores musculares ou na coluna. Para identificar essas falhas é possível realizar um teste conhecido como “teste da pisada”.

Teste da pisada

O teste da pisada, conhecido também como baropodometria, é um exame realizado para avaliar a maneira de andar e pisar de uma pessoa. A pisada é avaliada através de uma plataforma de força, cheia de sensores que enviam sinais para um software específico que faz essa avaliação.

Através dos dados obtidos é possível avaliar, além do tipo de pisada do indivíduo (pronada, neutra ou supinada) alguns tipos de patologia, desvios de quadril e joelho, e até regiões do pé que sofrem maior pressão durante a caminhada. Esse exame é essencial para praticantes de atividades físicas, como a corrida e a caminhada, já que pode ajudar a prevenir doenças ocasionadas pelo contato errado do pé com o solo.

Tipos de pisada

Como já citamos, existem três tipos de pisada. Confira na imagem abaixo como eles são:

teste da pisada

Benefícios da aplicação do teste da pisada

O teste da pisada é uma alternativa muito interessante usada por médicos, fisioterapeutas e outros profissionais da saúde que acompanham praticantes de atividades como a caminhada ou a corrida, para identificar possíveis dificuldades encontradas durante a prática do exercício.

Muitos grupos de corrida já têm considerado a aplicação desse teste como essencial para ajudar a performance dos seus praticantes e reduzir o risco de lesões.

Como o teste fornece informações detalhadas e muito fiéis sobre tipo de pisada, o profissional da área da saúde consegue sugerir tratamentos simples de correção do contato dos pés com o solo, como o uso de tênis ou palmilhas adequadas aquele tipo de pé.

O teste da pisada não age somente de maneira preventiva: ele também é capaz de ajudar a identificar lesões, como dores musculares ou na coluna, que podem ser consequência de pisadas erradas. Essas dores são tratadas e corrigidas com a ajuda do teste da pisada, já que a partir dele é possível elaborar uma palmilha específica para correção.

Prevenindo dores futuras

Quem tem a pisada correta reduz significativamente as chances de desenvolver dores, desconfortos e lesões. A prática do exercício físico não deve promover dores musculares : o atleta deve sentir somente a dor natural da fadiga pós-exercício, que também deve ser observada e, se necessário, tratada.

Um praticante de atividade física que realiza o teste da pisada não só previne problemas que possam surgir, mas também pode resolver problemas que já existam. Portanto, procure agora mesmo um profissional da saúde para que você possa realizar o teste!

Você pretende realizar ou já realizou o teste da pisada alguma vez? Conte para nós através dos comentários!

Mais disposição com GreenCoffee Slim!

Comentários

Comentários