Nosso organismo é uma máquina perfeita: quando bem cuidado, ele é capaz de eliminar toxinas, se recuperar de agressões e manter-se saudável. Mas o estilo de vida moderno, com o sedentarismo, a má alimentação e o excesso de estresse faz com que entremos em desequilíbrio e logo, substâncias nocivas começam a se acumular. E umas das piores são os radicais livres. Você já deve ter ouvido falar deles, mas sabe realmente o que são esses inimigos do bem-estar? Como combatê-los? Os antioxidantes destroem os radicais livres, mas a maioria das pessoas não sabe verdadeiramente o que acontece quando os consumimos.

O que são radicais livres?

Eles são moléculas que destroem diversos tecidos no nosso organismo, oxidando células e causando prejuízos. Nós os produzimos naturalmente quando respiramos, por meio do nosso metabolismo normal ou de atividades físicas. O nosso organismo tem capacidade para combatê-los, porém, apenas até certo ponto: quando adotamos hábitos prejudiciais, como tabagismo, má alimentação, alcoolismo ou basicamente qualquer situação nociva, nossa produção de radicais livres dispara e nosso organismo não dá mais conta. Então as lesões se multiplicam e podem causar danos como envelhecimento precoce, baixa capacidade imunológica, cardiopatias e até câncer.

O que são antioxidantes?

São substâncias presentes em alguns alimentos que combatem os radicais livres de diversas formas. Primeiro, eles impedem a formação dessas moléculas, mas também são capazes de impedir seu ataque a tecidos sadios, evitando que as células sejam lesionadas. Estudos mostram que eles ainda conseguem reparar algumas lesões causadas por esses inimigos químicos, removendo danos e reconstituindo células já danificadas.

Em quais alimentos encontro antioxidantes?

Para aumentar a ingestão desses aliados da saúde, é necessário investir em alimentos saudáveis. Dentre as principais fontes estão frutas, legumes e verduras. Os principais antioxidantes são o beta-caroteno (presente no mamão, cenoura, manga, pêssego, couve, chicória, agrião, entre outros); vitamina C (em frutas cítricas como laranja, limão, abacaxi); vitamina E (encontrada em sementes, nozes, amêndoas, carnes magras, abacate, laticínios e óleos vegetais); flavonóides (em suco de uva e vinhos tintos, morango e nozes); catequinas (presentes nos chás verde e preto); e vitamina A (em legumes, frutas vermelhas ou alaranjadas e alimentos de origem animal).

Esses dados mostram que uma dieta variada e bem distribuída é essencial para ingerir alimentos ricos em antioxidantes. Uma ingestão adequada dessas substâncias vai garantir a saúde do seu organismo e precaver males como doenças e envelhecimento precoce. Invista no combate aos radicais livres, consulte um nutricionista e monte um plano alimentar adequado.

Mais disposição com GreenCoffee Slim!

Comentários

Comentários