Se você já conversou com uma grávida sobre a prática de atividades físicas durante a gestação, sabe que muitas delas têm algum tipo de medo ou receio.

Elas ficam se perguntando se isso faz mal ou pode afetar o bebê de alguma forma negativa.

Pois bem, a realidade é exatamente o contrário, já que os exercícios fazem muito bem para a futura mamãe e para o bebê também.

Por esse motivo, levantamos quais são os melhores exercícios para fazer durante a gravidez – atividades que elas podem desempenhar sem nenhum tipo de preocupação. Descubra agora quais são!

Benefícios da prática de exercícios

Com as várias mudanças que acometem as mulheres no período da gestação, a prática de atividades físicas pode ajudar bastante.

Com dores que vão ficando cada vez mais comuns — como nas costas e o inchaço nas pernas — muitas delas acabam ficando desanimadas e indispostas para as atividades do dia a dia.

Mas a situação não deve ser essa, né? Ainda mais com tanta coisa para resolver nesse período!

E é aí que a atividade física entra: ela fornece aquela energia e combustível para as atividades do dia a dia, já que ajuda a controlar as dores e desconfortos do período.

E não é só isso: ela pode ajudar a controlar o peso, já que muitas gestantes acabam errando a mão e engordando mais que o desejado.

Além disso, os exercícios auxiliam o desenvolvimento e funcionamento do sistema circulatório e cardiovascular, medidas que são ótimas para a mãe e para o bebê! .

E claro, não poderíamos deixar de falar que a prática ajuda muito no controle do açúcar no sangue, prevenindo a diabetes gestacional.

Melhores opções

Está curiosa e quer saber quais são as melhores atividades para fazer durante a gravidez? Pois bem, descubra agora mesmo 5 opções:

Caminhada

Essa é uma das atividades mais comuns entre as gestantes. Não é difícil encontrar algumas delas caminhando ao ar livre ou até mesmo em uma esteira na academia, normalmente com supervisão.

E o melhor: essa prática pode ser tudo de bom para o período!

Muito simples de ser praticada, a caminhada não tem nenhum tipo de restrição comum e é estimulada pelos médicos.

É importante se esforçar para caminhar mais ou menos uns 30 minutos, pois assim a gestante força o corpo, mantém a forma durante o período e ainda melhora o desempenho dos joelhos e das costas. Nada mal para dar aquela aliviada nas dores, não é?

Pilates

A atividade queridinha de mulheres na gravidez chegou para arrebatar o coração delas e aumentar significativamente o número de adeptas.

Mas vamos com calma, pois a prática de pilates é muito indicada para quem já fazia pelo menos alguma atividade física antes da gravidez.

Portanto, as gestantes que eram sedentárias talvez devam adaptar e escolher outra modalidade.

Ainda assim, o pilates trabalha fortalecendo a musculatura, fazendo com que a rotina e as tarefas diárias sejam desempenhadas com mais facilidade.

Além disso, a prática ajuda muito a aliviar aquelas dores na lombar que ninguém gosta de sentir!

Por fim, a modalidade também fortalece a região pélvica e pode ser de grande ajuda para quem tem em mente o parto normal como principal opção.

Hidroginástica

Outra atividade muita praticada por mulheres na gravidez: a hidroginástica.

Mas, ainda assim, é importante procurar por uma modalidade específica para grávidas, que faz com que elas se exercitem no ritmo correto.

A verdade é que além de ser uma delícia de ser praticada, a hidroginástica relaxa a mãe e o bebê, ajuda no inchaço das pernas e fortalecem a musculatura. Muito bom, né?

Alongamento

O alongamento é uma ótima atividade física para o período da gravidez. Como falamos, o corpo muda muito, e se alongar e colocar a musculatura para trabalhar pode evitar muita dor de cabeça e desgaste!

Portanto, o alongamento pode ser uma ótima opção para lidar com as dores que aparecem no período.

Além disso, essa medida faz com que a grávida lide melhor com o centro de equilíbrio e noção de gravidade.

Yoga

Pode parecer pouco usual, mas o yoga é uma ótima prática para as gestantes e que tem ganhado muitos adeptos no Brasil.

Com o poder de deixar a grávida mais flexível, o yoga ainda ajuda no desenvolvimento muscular, no equilíbrio e até na circulação sanguínea da gestante.

E os benefícios ainda não acabaram: com um viés forte de meditação, a prática também ajuda na técnica de respiração e relaxamento — essas são muito usadas na hora do parto!

Exercícios para evitar

Os exercícios de alto impacto e de muito contato físico não são as melhores opções, portanto, devem ser evitados. Modalidades como futebol, vôlei, basquete e outros são alguns dos exemplos de exercícios com um contato corpo a corpo muito grande.

Esse tipo de atividade pode expor a barriga a um desgaste muito grande, até comprometendo o bebê.

Então, você já sabe: fique de olho e escolha a melhor opção! Converse melhor com o seu médico e verifique qual é a melhor opção para sua situação específica!

O acompanhamento é muito importante

Independentemente da prática que for seguir, é importante procurar a autorização do seu médico e um acompanhamento de um profissional especializado.

Afinal de contas, cuidado nunca é demais, não é mesmo? Ainda mais em um período tão importante como a gravidez! O acompanhamento deve ser ainda mais de perto se a grávida não se exercitava antes.

Não se esqueça de beber água sempre, mantendo seu corpo hidratado, além de uma alimentação equilibrada. Além de fazer muito bem para o bebê, ainda pode ajudar você a ter ainda mais sucesso na prática de atividades físicas, potencializando os resultados.

Vale lembrar que a prática de atividades físicas pode trazer muitos benefícios. Mas fique de olho para que nada atrapalhe a gestação, portanto, se sentir algum desconforto ou um sintoma que não é nada usual, suspenda a prática e tome cuidado!

Com os exercícios físicos para grávidas, a mamãe e o filho podem viver esse período com ainda mais leveza e alegria!

E você, ficou com alguma dúvida ou queria sugerir alguma outra atividade? Não se esqueça de compartilhar a sua opinião nos comentários abaixo!

Mais disposição com GreenCoffee Slim!

Comentários

Comentários