Quem quer emagrecer está sempre procurando por novos tipos de dieta para adotar, não é mesmo? E nada como encontrar uma que você possa fazer e que traga bons resultados!

A nova sensação do momento é a dieta do ovo, em que os praticantes comem um ovo antes das principais refeições do dia.

Mas será que isso funciona? Como ela realmente acontece? Descubra agora!

Os benefícios do ovo

O ovo é um alimento muito conhecido pelos atletas, principalmente para aqueles que sonham com a hipertrofia.

Você provavelmente já viu muitos bombados que tem o ovo como um de seus principais amigos. Mas saiba que ele pode ser usado para muito além disso, inclusive na dieta de quem quer emagrecer!

Por ser rico em proteínas, o ovo é um grande aliado na construção de ossos, músculos e sangue. Tudo isso porque ele tem todos os aminoácidos essenciais que seu organismo precisa.

Além disso, o corpo usa a proteína para construir novos músculos — é por isso que os marombeiros gostam tanto dele —, além de reparar e auxiliar na produção de enzinas e hormônios.

Mas os benefícios não param por aí! A gema são ricas em colesterol e em antioxidantes, ajudando a retardar o envelhecimento e, ainda, deixando você com a sensação de saciedade por mais tempo.

E é exatamente por isso que, agora, ele é muito usado nas dietas. O ovo traz aquela noção de que você está satisfeito, fazendo com que você coma menos calorias e, assim, perca peso.

O ovo também é rico em proteínas, um nutriente com um tipo de digestão um pouco mais lenta e que, por esse motivo, traz mais saciedade.

A dieta do ovo

Agora que você conhece todos os benefícios do ovo, já consegue perceber como ele pode ajudar você na sua dieta, concorda?

A dieta consiste em consumir um ovo poché ou cozido, como você preferir, antes das três principais refeições diárias — ou seja, café da manhã, almoço e jantar.

A ideia é justamente que o ovo atue aumentando sua saciedade e, assim, reduzindo consideravelmente o quanto você vai comer na refeição logo em seguida.

Adotando essa medida, você consegue diminuir a quantidade de calorias que come diariamente e, por consequência, perder peso.

A dieta do ovo tem como objetivo restringir a quantidade de calorias que você ingere, mas sem trazer aquela sensação desagradável em que você fica morrendo de fome para emagrecer.

É muito torturante, não é? Pois bem, você não precisa passar por nada disso com a dieta do ovo!

Com o ovo, você vai ter a saciedade oferecida pelas proteínas e, ainda assim, chegar àquele peso com o qual você tanto sonha.

Por que o ovo

Você já conhece o primeiro motivo que levou muitas pessoas a adotarem o ovo: a saciedade.

Mas não é só isso! Enquanto seu corpo trabalha para quebrar as proteínas em aminoácidos, ele já está gastando energia.

Contém substâncias que garantem o bom humor, como a tiamina e a niacina (vitamina do complexo B), além de fazerem bem para a memória.

Por fim, o ovo não gera aqueles tradicionais picos de glicose que os carboidratos causam. Por exemplo, quando você acorda, tem seus níveis de glicose baixos — afinal, está há cerca de 8 horas sem comer.

Quando você come o carboidrato sem estar aliado a uma fonte de proteína, você faz com que suas taxas de glicose aumentem muito, obrigando seu organismo a liberar muita insulina para controlar as altas taxas de glicose no sangue.

E devido a isso você sentirá fome rapidamente.

Como a dieta pode ser feita

Pois bem, a dieta do ovo acontece quando você insere esse alimento na sua dieta antes de uma das três principais refeições.

Você pode adotar essa medida por mais ou menos dez dias e, então, deve dar um intervalo de mais ou menos 40 dias para, depois, começar de novo!

E, claro, não se esqueça, o ideal é não misturar, fritar ou fazer nada de diferente com o ovo. Apenas cozinhe, tire a casca dura e come-o, preferencialmente sem sal.

Não existe um cardápio fixo ou fechado para quem quer fazer essa dieta, mas a ideia é combinar o consumo do ovo com uma alimentação com baixas calorias.

Vamos compartilhar abaixo uma sugestão que você pode seguir (lembrando que as quantidades são individuais e o indicado é você consultar um nutricionista para adequar de acordo com suas necessidades):

Café da manhã

  • Opção A: Café com leite desnatado + torrada integral com queijo cottage + mamão papaia;
  • Opção B: Banana + granola light + café com leite desnatado.

Lanche da manhã

  • Opção A: Iogurte desnatado + linhaça dourada;
  • Opção B: Maçã + aveia

Almoço

1 ovo cozido +

  • Opção A: Peixe assado + feijão + arroz integral + salada com alface, pepino e couve;
  • Opção B: Salada com alface + frango desfiado + 4 tomates-cereja picados + brócolis + cenoura

Lanche da tarde

  • Opção A: Pera + castanhas;
  • Opção B: Iogurte + chia em grãos.

Jantar

1 ovo cozido +

  • Opção A: Salada de rúcula, tomate-cereja e alface + filé de frango grelhado;
  • Opção B: Carne moída + arroz integral + salada verde.

O ovo pode ser consumido todos os dias, mas é importante não extrapolar. Nesse caso, você pode intercalar com as principais refeições, por exemplo, um dia come antes do almoço e, no dia seguinte, come antes do jantar.

Cuidados

Vale lembrar que uma dieta não é sempre o ideal para qualquer pessoa, né? Pode parecer muito bom, mas pode ser que a dieta do ovo não seja a ideal para você.

Por exemplo, se você tem o colesterol alto, deve ter cuidado redobrado antes de sair aumentando o seu consumo de ovo.

A mudança da sua alimentação ou a adesão a uma nova dieta deve acontecer com o cuidado e o acompanhamento do seu nutricionista ou médico.

As pessoas são muito diferentes e os impactos de adotar uma dieta diferente também podem ser muito distintos, concorda? Portanto, é bom ficar de olho e ter cautela!

Outras dicas para a dieta

Se puder escolher, opte sempre por ovos caipiras e orgânicos. Eles são bem melhores e mais nutritivos!

Faça um esforço para comer ovos sem sal, pois a grande quantidade de sódio pode aumentar a retenção de líquidos e fazer com que você se sinta inchado e desconfortável. Além disso, o consumo exagerado de sal pode causar problemas futuros.

Durante a dieta, mude os seus hábitos alimentares! Continuar com uma alimentação rica em gorduras, alimentos industrializados e doces e ainda inserir três ovos por dias pode trazer o efeito inverso. Portanto, se esforce para comer menos calorias e, assim, emagrecer.

Não se esqueça de beber muita água, sempre! Assim, você elimina as toxinas e protege os rins.

Se for possível, procure um nutricionista ou um médico especializado para que você tenha uma dieta adequada de acordo com suas necessidades.

Finalmente, resista à tentação de fazer um ovo frito!

Agora que você já conhece a dieta do ovo e todos os seus benefícios, o que você acha de experimentar?

Veja o que acha dela e não se esqueça de voltar e compartilhar sua experiência e resultados nos comentários! Aproveite para deixar, também, outras dúvidas e sugestões sobre o assunto.

 

Mais disposição com GreenCoffee Slim!

Comentários

Comentários